Em casa na quarentena: confinamento com o abusador?

Pesquisadores de diversas instituições alertam sobre a possibilidade de aumento de casos de violência doméstica durante uma pandemia. Na China, o número de casos de violência doméstica registrados na delegacia em Jianli no mês de janeiro, que acontecia a quarentena, foi três vezes maior que o mesmo período do ano anterior. Na coluna, o estudo também usa dados do Monitor da Violência, mostrando que a violência doméstica vem aumentando, e de pesquisas dos EUA e da Europa comprovando a tese que em tempos de crise e confinamento, há mais violência contra as mulheres.