26/07/22: Pós-doutorandos iniciam monitoramento de conteúdos online sobre eleições

Com a proximidade das eleições de 2022, o NEV passou a monitorar, a partir do mês de julho, suas repercussões nas mídias sociais (YouTube, Facebook, Twitter, Instagram e TikTok).

O objetivo é observar a consolidação dessas plataformas como um importante meio de comunicação política. Interessa, principalmente, identificar e compreender posturas que possam ensejar autoritarismos nas relações cotidianas e a deslegitimação das instituições democráticas.

Os levantamentos, produzidos pelos pós-doutorandos do NEV-CEPID Natasha Bachini e Pablo Almada, sob a Coordenação de Marcos César Alvarez, servirão também para subsidiar as demais linhas de pesquisa do Núcleo e serão reunidas em página fixa do site do NEV, na aba de “Projetos”, destinada ao Monitoramento: https://nev.prp.usp.br/projetos/monitoramento-das-eleicoes-2022/ 

 

Boletim #1

No primeiro boletim, publicado em julho de 2022, os autores buscam uma compreensão mais geral dos conteúdos referentes às eleições de 2022 a partir do YouTube. Observamos os canais mais acessados, a quantidade de visualizações, a quantidade de vídeos produzidos por canal e as interações (views, likes, comments) que despertam no público.

O total de visualizações do conteúdo eleitoral ultrapassam 19 milhões, alcançando mais de 1 milhão de likes e 160 mil comentários. Estes vídeos estão concentrados na categoria Notícias & Política do YouTube, onde atingem quase 16 milhões de visualizações, sendo residuais em outras categorias.

 

Metodologia

A coleta de dados foi realizada com a ferramenta YouTube Data Tools, a partir do termo “Eleições 2022”. Foram selecionados o máximo de 10 interações para cada vídeo/link, obtendo um total de 500 resultados, ordenados por sua relevância (estabelecida pelos próprios algoritmos do YouTube). Com isso, apresentamos alguns dados referentes a quem produz vídeos sobre as eleições de 2022, o tipo de conteúdo e os canais mais vistos, postagens mais compartilhadas, entre outros aspectos.

O YouTube é a plataforma de compartilhamento de vídeos mais utilizada pelos brasileiros para divulgação de diversos conteúdos, dentre os quais, conteúdo político relacionado às disputas eleitorais. Nesse âmbito, há um destaque para as agências de jornalismo e de comunicação, que produzem quantidades significativas de vídeos, atraindo seguidores e visualizações.