NEV passa a integrar grupo internacional organizador de Conferência sobre Metodologias para Sustentabilidade Urbana

Organização de Conferência Internacional em 2022 será grande oportunidade de atualização e contribuição do NEV para metodologias espaciais inovadoras nas Ciências Sociais aplicadas a análise, planejamento e gestão de cidades

O Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP), representado por seu coordenador, Professor Marcos Alvarez, e pelo coordenador de transferência de tecnologia, Marcelo Batista Nery, passou a integrar o Conselho Diretivo  da Conferência do GCSMUS (Programa “Global Center of Spatial Methods for Urban Sustainability”), evento que está previsto para acontecer em abril de 2022, sediado na USP. O programa GMSUS é coordenado na USP pela integrante do Conselho Deliberativo do NEV Fraya Frehse, Professora associada do Departamento de Sociologia.

O evento, que será precedido de várias etapas globais, inclusive outra conferência anual, em 2021, prevista para ser sediada na University of Botswana, tem o objetivo de implementar ações prático-empíricas e promover a transferência de conhecimento por meio da seleção de estudos e discussão de métodos por meio de ensino-pesquisa-cursos e workshops no que diz respeito às chamadas disciplinas espaciais, ou seja, que relacionam as noções e métodos espaciais de pesquisa aplicada e educação acadêmica a respeito de ocupação e uso de espaços e territórios, articulando áreas como arquitetura, geografia, sociologia, planejamentos urbano, paisagístico e de transporte.

Com sede na Technische Universität Berlin (TU Berlin), o GCSMUS conecta outros 47 parceiros institucionais, de 47 países e 8 regiões do mundo localizadas no chamado Sul Global, enfocando o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) nº 11 da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, de “Tornar cidades e assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”. O GCSMUS tem o propósito te contribuir também para práticas de planejamento por meio de um desenvolvimento urbano baseado em evidências empíricas, e de baixo impacto (Low Impact Urban Development – LIUD).

Para a Professora Fraya Frehse, articuladora da participação do NEV no Conselho da Conferência, a importância da participação do Núcleo diz respeito, em primeiro lugar, ao “fortalecimento de redes de trocas acadêmicas e científicas Sul-Sul” e, não menos importante, traz mais possibilidade de capacitação de integrantes do NEV para métodos avançados de pesquisa empírica nas Ciências Sociais.