Nota de pesar sobre o Falecimento do prof. Ciro Marcondes Filho

O Núcleo de Estudos da Violência vem prestar condolências à família, aos amigos e aos colegas do Professor Ciro Marcondes Filho, falecido no último dia 08 de novembro. Professor Titular da Escola de Comunicações e Artes da USP desde 1987, Marcondes Filho é uma das maiores referências das áreas das Comunicação e do Jornalismo no Brasil, sendo também referência em diversos outros países.

Em termos de pesquisa, seus maiores legados são, além de uma prolífica produção científica de quase uma centena de artigos e mais de 50 livros, a criação da Nova Teoria da Comunicação, que inovou o campo da Comunicação, em interface com a Filosofia e as Ciências Sociais. Com seu conceito exigente de comunicação, que só ocorre de fato quando há uma interação aberta e sensível entre sujeitos, e capaz de provocar pensamentos novos, alerta-nos para o atual contexto de excesso de informações e superexposição a mídias, mas de pouco diálogo e aprendizagem efetiva entre sujeitos, grupos e instituições. Com sua perspectiva de investigação “metapórica”, que substitui a ideia mais linear e instrumental de “método”, propõe que investigação, e mesmo a produção jornalística, se dêem a partir da imersão e abertura entre os sujeitos diversos nos chamados “acontecimentos comunicacionais”, dando mais agilidade, atualidade e potencial crítico às pesquisas e reportagens. Contribui, com isso, para aprofundar as relações entre comunicação, jornalismo e direitos humanos. Ciro Marcondes Filho também deixa um legado de dedicação à docência e à Universidade, de postura ética e espírito público, admirados tanto pelos colegas mais próximos como por colegas de outras unidades da USP e de outras Universidades.