Nota de repúdio ao ataque virtual em seminário da USP

Na última noite de 02 de março, terça-feira, um seminário promovido por diversos centros acadêmicos da Universidade de São Paulo, sobre a instalação de uma base da Polícia Militar no campus, teve a participação do coronel reformado da Polícia Militar, Adilson Paes de Souza, e da Professora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Ana Lúcia Pastore Schritzmeyer.

Infelizmente, o seminário virtual foi invadido por diversas pessoas que, desrespeitosamente, lançaram ofensas aos participantes, proferindo xingamentos e demonstrando a completa incapacidade de participação num debate público. O teor violento das interrupções – entre ofensas e ameaças – demonstrou intolerância frente as importantes discussões acerca das ações e atividades da Polícia Militar na Cidade Universitária da Universidade de São Paulo.

O Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo repudia esse tipo covarde de agressão e se solidariza com o Coronel Reformado Adilson Paes de Souza e com a professora Ana Lúcia Pastore Schritzmeyer, pesquisadora do NEV-USP, e que foi Superintendente de Prevenção e Proteção Universitária da Universidade de São Paulo (04/2014 – 01/2015) sendo, portanto, grande conhecedora da complexidade das questões de segurança da nossa Universidade. A Professora Ana Lúcia sempre se mostrou aberta ao diálogo democrático, à defesa da comunidade universitária e ao respeito aos direitos dos/as cidadãos/ãs.

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A Universidade é um espaço de produção de conhecimento, pesquisa e extensão com suas ações sempre pautadas no diálogo. Assim, em plena democracia, repudiamos toda e qualquer tentativa de censura a esse espaço. Esperamos, ainda, que os responsáveis pela invasão sejam devidamente identificados e responsabilizados. Ressaltamos, por fim, a necessidade de preservar e defender espaços destinados ao diálogo entre público e autoridades bem como a transparência das instituições em uma sociedade democrática.

Acesse aqui recente trabalho da professora Ana Lúcia Pastore sobre a Guarda Universitária da USP.