Por trás do “salve” do PCC

Trazemos um trecho inédito do livro “A guerra: a ascensão do mundo do crime no Brasil” e a reflexão dos autores sobre como a organização de tráfico mudou o conceito de crime no país.

Para que escrever este livro? Já existem livros sobre o PCC – Primeiro Comando da Capital –, sobre a história dessa organização criminosa, como os importantes livros-reportagem do Josmar Jozino, da Fátima Souza e do Percival de Souza. Também vinha se discutindo o PCC na academia.

Mas nos últimos cinco anos houve uma enorme transformação na cena criminal na medida em que o PCC se organizou, saiu das favelas e foi para as fronteiras, chegou ao atacado da venda da droga e entrou para o tráfico internacional. Ele conseguiu com esse movimento construir uma rede de parceiros no Brasil inteiro, e transformou o que a gente entendia por crime no Brasil. Uma organização que consegue formar essa rede de distribuição de drogas é algo inédito na história do Brasil.

Leia o segundo capítulo do livro escrito por Bruno Paes Manso e Camila Nunes Dias no site da Agência Pública