Repositório do PODHE – Acervos Digitais

A equipe do Projeto Observatório de Direitos Humanos em Escolas (PODHE), do Núcleo de Estudos da Violência da USP, criou um repositório de materiais e conteúdos sobre direitos humanos e autocuidado para acesso à distância por estudantes, educadores e famílias durante o período de isolamento em virtude da pandemia do Coronavírus. Veja aqui o repositório completo

Museu Afro Brasil

O Museu Afro Brasil está localizado dentro do Parque Ibirapuera, seu acervo abarca diversos aspectos dos universos culturais africanos e afro-brasileiros, abordando temas como a religião, o trabalho, a arte, a escravidão, entre outros temas ao registrar a trajetória histórica e as influências africanas na construção da sociedade brasileira.

Pinacoteca de São Paulo

A Pinacoteca de São Paulo é um museu de artes visuais, com ênfase na arte brasileira do século 19 até hoje, é o mais antigo museu de arte na cidade. Atualmente detém cerca de 9 mil obras de arte. O trabalho desenvolvido pela Pinacoteca visa melhorar experiências públicas com as artes visuais por meio do estudo, preservação e informação ao público sobre suas explorações, construções e história, também consolidando e aumentando suas coleções e incentivando a produção artística.

Museu AfroDigital

O Museu AfroDigital consiste em um projeto desenvolvido pelo Departamento Cultural da UERJ que tem por objetivo criar um acervo digital e exposições virtuais sobre a memória dos africanos que chegaram ao Rio de Janeiro.

MASP

O Museu de Arte de São Paulo é o primeiro museu moderno de São Paulo. Hoje, a coleção do MASP reúne mais de 8 mil obras, incluindo pinturas, esculturas, objetos, fotografias e vestuário de diversos períodos, abrangendo a produção europeia, africana, asiática e das Américas. Além da exposição permanente de seu acervo, o MASP realiza uma intensa programação de exposições temporárias, cursos, palestras, apresentações de música, dança e teatro.

Museu da Imigração

O Acervo digital conta com diversas fotografias, jornais antigos publicados por colônias de imigrantes no Brasil, entre 1886 e 1987. Fora tudo isso, o museu possui um canal no Youtube com vídeos curtos e explicativos sobre a história dos imigrantes, entrevistas com descendentes de imigrantes e experiências dos visitantes que encontraram registros dos seus antepassados no museu. Além disso, os vídeos ensinam a fazer uma pesquisa genealógica para aqueles que querem descobrir sobre os imigrantes da família, que envolve registros preciosos de documentos como certidões de nascimentos e fotografias.

Museu da Imagem e do Som

O MIS traz conteúdo digital por meio da campanha #MISemCASA. A ação acontece em conjunto com o #culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. Assim, o MIS continua com sua programação de cinema, música, fotografia e muito mais, com novos conteúdos diariamente em nosso canal no YouTube. Confira toda a programação digital do MIS.

10 bibliotecas on-line pra usar na quarentena

O site Periferia em Movimento organizou plataformas onlines e gratuitas de acesso a livros, artigos, revistas científicas, entre outros formatos, com conteúdo de Africanidades e afro-brasilidades, História do Brasil, Cordel, Biografias, Literatura Lésbica, Livros escolares brasileiros ao longo dos séculos XIX e XXI, dentre outros. Indicado para estudantes que estão cursando ou já cursaram o Ensino Médio.

Mais de 500 museus disponíveis online

Numa iniciativa promovida pela plataforma da Google dedicada à arte e à cultura, mais de 500 museus juntaram-se para oferecer visitas online às suas coleções. Podem conhecer as obras que se encontram no Rijksmuseum ou no Museu Van Gogh, nos Países Baixos, mas também ver a coleção do Musée d’Orsay, em França, ou o espólio do MoMA, nos EUA. A lista inclui ainda a Uffizi Gallery, em Itália; Belvedere, na Áustria; a National Gallery of Art, nos EUA; ou o Museo Dolores Olmedo, no México; entre tantos outros. Indicado para estudantes do Ensino Fundamental II ou que estão cursando ou já cursaram o Ensino Médio.

Site criado por professor da UNB disponibiliza obras de filósofos africanos

No site Filosofia Aficana, criado pelo Wanderson Flor do Nascimento, professor da Universidade Nacional de Brasília, é  possível baixar gratuitamente mais de 30 livros de escritores do continente africano e outras 40 obras que trabalham o tema. Indicado para educandos que estão cursando ou já cursaram o Ensino Médio.

Carta às meninas e aos meninos em tempos de Covid-19

O Fórum Mineiro de Educação Infantil da FAE, Faculdade de Educação/UFMG, produziu uma carta dirigida as crianças para falar do Covid-19. Onze ilustradores se envolveram nesse projeto e o resultado é essa publicação virtual que pode ser livremente compartilhada. O texto é inspirado na Carta para los niños y niñas en este momento de crisis, de Carla infanta e Isídora Lobo.

Caso tenham sugestões de outros materiais e conteúdos nos enviem seus comentários e sugestões no email podhe.nev@gmail.com ou nas nossas redes sociais, tanto o Facebook e o Instagram do PODHE, quanto o Facebook, o Instagram e o Twitter do NEV.