NEV lança podcast “Cidadania XXI” com episódios sobre enfrentamento à tortura

Canais no Spotify e Youtube recebem o podcast sobre os textos do Novo Relatório da Situação dos Direitos Humanos no Brasil; texto sobre tortura é lançado na sequência de nova pesquisa

6 de julho de 2021

O Núcleo de Estudos da Violência da USP lança nesta semana o primeiro pacote de áudios que formam o podcast “Cidadania XXI”, que marca a estreia do NEV no aplicativo de músicas e podcasts Spotify (no aplicativo, os áudios podem ser encontrados aqui). As mídias também estão publicadas no canal do Youtube do NEV, que já conta com mais de 5 mil seguidores. Em breve, as mídias terão legendas em inglês para atingir o público internacional.

Ouça os 3 episódios de abertura do Cidadania XXI – o podcast do Relatório de Direitos Humanos no Brasil

Playlist – Episódios 1.1 a 1.3:

O podcast está destinado a tratar, em linguagem multimídia, dos textos publicados no Relatório de Direitos Humanos no Brasil, publicação histórica do NEV que foi retomada em 2020, para compor um ebook ao final do ano de 2021. Os textos estão sendo publicados no site do Núcleo, no endereço www.nev.prp.usp.br, na página “Relatório de DH”.

Em três episódios de estreia, de 1.1 a 1.3, o Podcast traz as contextualizações do Professor Marcos César Alvarez, Coordenador do NEV, sobre os propósitos do Relatório e do podcast. No segundo bloco de episódios, o Cidadania XXI apresenta 8 trechos em que as autoras do texto “O presente supera o passado? Dilemas da Tortura no Brasil” apresentam, em sua própria voz, trechos de seu artigo e comentam um pouco mais de sua perspectiva.

Tortura

Lançado neste período como forma de continuar lembrando o dia internacional de apoio às vítimas de tortura, marcado em 26 de junho, o texto sobre tortura do relatório de Direitos Humanos do NEV traz diversos elementos, que se subdividiram em 8 tópicos para o podcast:

  • contextualização do enfrentamento à tortura (Youtube | Spotify);
  • associação do termo direitos humanos com direitos dos bandidos e seu efeito negativo (Youtube | Spotify);
  • as definições jurídicas de tortura (Youtube | Spotify);
  • tortura e Tolerância da Sociedade (Youtube | Spotify);
  • como agem na prática os mecanismos de prevenção a tortura (Youtube | Spotify);
  • as diferentes omissões do Estado sobre tortura (Youtube | Spotify);
  • construção e desmonte do sistema de enfrentamento à tortura (Youtube | Spotify);
  • caminhos para prevenção e enfrentamento a tortura (Youtube | Spotify).

O texto foi escrito pelas pesquisadoras Thais Lemos Duarte (CRISP/UFMG), Mayara de Souza Gomes (UFABC), Maria Gorete Marques de Jesus (NEV/USP) e Natalia Martino (CRISP/UFMG), que também contam um pouco sobre sua trajetória de pesquisa e atuação a respeito desse tema no podcast.

Relatório de pesquisa “Tortura como marca cotidiana”

Um novo estudo produzido pelo NEV em parceria com o CRISP/UFMG e a organização dinamarquesa Dignity foi lançado também na última quinta-feira, 1º de julho. O estudo, que está disponível no site do NEV (link) teve a participação de duas das autoras da pesquisa, Thais Lemos e Gorete Marques, que contaram também com a colaboração de Giane Silvestre, do NEV.

Em evento de lançamento do estudo, além das exposições das autoras, foram reunidas as perspectivas de Eliene Santos, do Movimento Mães de Manguinhos, que trouxe depoimentos fortes sobre o sofrimento causado pela ação do estado a jovens de periferia e familiares como ela. Henrik Ronsbo, da Dignity, apresentou o trabalho da instituição na Dinamarca e em outros países, apresentando um contexto internacional de enfrentamento à tortura. E o Professor Sergio Adorno, pelo NEV-USP, complementou as análises a respeito dos dados alarmantes apontados na pesquisa sobre a presença de tortura no cotidiano atual da vida na sociedade.

Além de ler a pesquisa, vale a pena rever o debate no canal do NEV: