28/09/22: Boletim do Monitoramento do NEV Eleições 2022 – Facebook

O Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP) disponibiliza o Boletim #4 do Monitoramento sobre as Eleições 2022, realizado pelos pós-doutorandos Pablo Almada e Natasha Bachini, pelo pesquisador de Iniciação Científica Lucas Sander e a Coordenação de Marcos César Alvarez.

Neste quarto  boletim, a plataforma analisada é o Facebook, a partir das postagens de atuais deputados federais e senadores. Busca-se identificar o desempenho destes políticos nesta mídia social, os temas e o engajamento suscitado por suas postagens, uma vez que olhar para os membros do atual Congresso Nacional permite uma compreensão acerca das pautas políticas que estão sendo colocadas na atualidade, bem como suas tentativas de se reeleger ou disputar outros cargos no pleito de 2022.

Mapearam-se os perfis de 499 Deputados Federais (do total de 513) e os perfis dos atuais 81 Senadores, através da plataforma FanPage Karma. Foram coletadas as postagens de 16 de agosto de 2022 a 13 de setembro de 2022, compreendendo o período de início da campanha eleitoral e, com isso, observadas algumas métricas de desempenho das páginas, como: fansposts diárioscrescimento de seguidoresengajamen-toreaçõescomentários compartilhamentos. Foram verificados também os 10 perfis, de Deputados Federais e Senadores, com maior crescimento absoluto de seguidores e analisadas as principais postagens qualitativamente, a partir dos enquadramentos dados a atores e temas mencionados nos textos.

 

Algumas considerações

Ao analisar qualitativamente os posts, observa-se mais claramente a atual disputa de narrativas e projetos no Facebook e na política brasileira, notando-se um de caráter mais social-democrata e outro explicitamente autoritário.

Entre os posts de deputados federais, destacam-se os de André Janones, que pauta políticas distributivistas, como a ampliação e aumento do Auxílio Brasil (programa que substituiu o Bolsa Família) e faz oposição ao governo desde o início da pandemia. No post sobre isso, o deputado denuncia o fim da extensão do benefício em 2023 e ter sofrido ameaças dos seguranças de Bolsonaro por fazer tal alerta.

Entre os posts de senadores, o que mais obteve engajamentos foi o do senador Eduardo Girão (PODE), que critica duramente o Supremo Tribunal Federal pela busca e apreensão na casa de empresários que trocavam mensagens por WhatsApp de cunho antidemocrático e autoritário, e evoca a possibilidade de um golpe caso o atual presidente Jair Bolsonaro não seja reeleito.

 

Leia o boletim completo e confira também os gráficos:

Sobre o Monitoramento

Com a proximidade das eleições de 2022, o NEV passou a monitorar, a partir do mês de julho, suas repercussões nas mídias sociais (YouTube, Facebook, Twitter, Instagram e TikTok).

O objetivo é observar a consolidação dessas plataformas como um importante meio de comunicação política. Interessa, principalmente, identificar e compreender posturas que possam ensejar autoritarismos nas relações cotidianas e a deslegitimação das instituições democráticas.

Os levantamentos, produzidos pelos pós-doutorandos do NEV-CEPID Natasha Bachini e Pablo Almada, sob a Coordenação de Marcos César Alvarez, servirão também para subsidiar as demais linhas de pesquisa do Núcleo e serão reunidas em página fixa do site do NEV, na aba de “Projetos”, destinada ao Monitoramento: https://nev.prp.usp.br/projetos/monitoramento-das-eleicoes-2022/