21/09/22 | Agenda NEV | Eventos NEV-OMS dias 20 e 25 de outubro abordam desigualdade e agenda humanitária sobre crianças

Dias 20 e 25 de outubro, o Núcleo de Estudos da Violência (NEV) na qualidade de Centro Colaborador da Organização Mundial da Saúde (OMS), recebe Aldaiza Sposati, Marta Arretche, Ariel Pontes e Bernardo Dolabella em dois debates online sobre os temas “Sobre as desigualdades: Trajetórias e condicionantes socioterritoriais” (dia 20) e “Emergências Humanitárias: Ações públicas e populares (e as crianças?)”

Os eventos contam com o apoio do programa Cidades Globais do IEA-USP e serão transmitidos pelo canal do NEV no Youtube. Haverá emissão de certificados para quem participar ao vivo (a lista de presença será passada durante a atividade).

 

Saiba mais sobre cada uma das atividades abaixo.

20 de outubro, quinta, 14h (clique aqui para acessar direto no Youtube e ativar um lembrete):
Sobre as desigualdades: Trajetórias e condicionantes socioterritoriais

Webinário e painel de discussões, com foco nas múltiplas assimetrias: de renda, educação, gênero, etnia, acesso a serviços, participação política e inclusão/exclusão social. O objetivo é dialogar sobre as “desigualdades”, um termo complexo e multifacetado (compreendido no plural), em suas múltiplas dimensões sociais e condicionantes socioterritoriais – com destaque aos contextos urbanos atuais e futuros.

Expositoras

Aldaiza Sposati

Professora titular do corpo permanente da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) no Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, onde coordena o NEPSAS – Núcleo de Estudos e Pesquisas em Seguridade e Assistência Social. Mestre e Doutora em Serviço Social pela PUC-SP, Pós-Doutora pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra sob supervisão de Boaventura Souza Santos (1992). Gestora pública municipal ocupando o cargo de Secretaria Municipal na cidade de São Paulo em: Administrações Regionais (1989/1990); Assistência Social (2002/2004). Vereadora da Cidade de São Paulo por 3 mandatos consecutivos (1993-2004).

Marta Arretche
Professora titular do Departamento de Ciência Política da USP e Diretora do Centro de Estudos da Metrópole (CEM), um dos CEPIDs da FAPESP. Foi editora-chefe da Brazilian Political Science Review (2012-8) e Pró-reitora adjunta de Pesquisa da USP (2016-8). Obteve os títulos de graduação em Ciências Sociais na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, de mestrado em Ciência Política na Universidade Estadual de Campinas, e de doutorado em Ciências Sociais na Universidade Estadual de Campinas. Realizou programa de pós-doutorado no Departamento de Ciência Política do Massachussets Institute of Technology (EUA) e foi visiting fellow do Departament of Political and Social Sciences, do Instituto Universitário Europeu, em Florença.

Debatedoras

Tatiana Tucunduva Philippi Cortese – Uninove e IEA/USP: Cidades Globais
Débora Sotto – IEA/USP: Cidades Globais
Jamile Sabatini Marques – ABES e IEA/USP: Cidades Globais

Mediador: Marcelo B. Nery (NEV-OMS e IEA-USP)

25 de outubro, terça-feira, 18h (clique aqui para acessar direto no Youtube e ativar um lembrete):
Emergências Humanitárias: Ações públicas e populares (e as crianças?)

Webinário e painel de discussões, com foco nos desafios, avanços, necessidades e limitações da gestão do ambiente urbano em grandes metrópoles. O objetivo é dialogar a respeito das crises humanitárias geradas por eventos climáticos ou meteorológicos extremos, bem como sobre as ações e as relações entre os agentes públicos de saneamento, saúde, defesa civil e segurança pública responsáveis por ações preventivas e emergenciais – com destaque à exposição de crianças e adolescentes às violações de direitos.

Expositores

Ariel Pontes
Coordenou o Programa Internacional de Restabelecimento de Laços Familiares (RLF) pela Cruz Vermelha Brasileira – Rio de Janeiro – e atual Integrante da Comissão Especial de Emergências e Desastres do Conselho Regional de Psicologia do Estado do Rio de Janeiro.

Bernardo Dolabella
Pesquisador do Núcleo de Saúde Mental e Atenção Psicossocial em Desastres emergências em Saúde Pública (NUSMAPS) da Fiocruz e do Observatório Mineração, Desastres & Saúde, também da Fiocruz. Conselheiro estadual e coordenador do setor Psicossocial da Cruz Vermelha Brasileira – Filial Minas Gerais.

Debatedoras

Tatiana Tucunduva Philippi Cortese – Uninove e IEA/USP: Cidades Globais
Débora Sotto – IEA/USP: Cidades Globais

Mediador: Marcelo B. Nery (NEV-OMS e IEA-USP)