3/11/22: Envie até dia 11/nov proposta de trabalho para mesa coordenada pelo NEV no IV Congreso Latino Americano de Teoría Social 2023

Atenção: prazo prorrogado até 28/11!

O IV Congreso Latinoamericano de Teoría Social, que acontecerá no Chile, em março de 2023, de forma híbrida, recebe propostas de trabalho até o próximo dia 11. O Coordenador do NEV, Marcos César Alvarez, coordenará, ao lado de Carlos Henrique Aguiar Serra (Universidade Federal Fluminense) e Luiz Claudio Lourenço (Universidade Federal da Bahia), a mesa “Pensando o Autoritarismo: desafios aos Direitos Humanos” (mesa 49).

Ementa completa da mesa de trabalho:
Robert Dahl aponta que a segunda metade do século XX foi marcada por um aprofundamento dos processos de democratização nos países considerados “avançados”. Tal processo foi simultâneo ao desenvolvimento do estado de bem-estar social e da expansão de uma linguagem de direitos, com o protagonismo dos Direitos Humanos no pós-II Guerra Mundial. A associação entre democracia e Direitos Humanos foi motor de transformações políticas no sul global, onde os protagonistas dos processos de transição nas décadas de 1980 e 1990 basearam suas intervenções públicas na indissociabilidade desse par conceitual. No entanto, mesmo em meio a processos de democratização, é possível observar tanto a persistência de práticas e arranjos autoritários, quanto a emergência de novas formas de desafio aos Direitos Humanos, especialmente nos países do sul global. Exemplo disso são as plataformas punitivistas sustentadas por diversos atores políticos e sociais, com seus efeitos concretos nos níveis de encarceramento e uso da violência por agentes e instituições do Estado. Pelo menos desde a década de 1970 há farta bibliografia discutindo o papel da punição e o lugar da prisão nas sociedades contemporâneas, a partir dos estudos de Michel Foucault, e, a partir dos anos 1990, no Brasil, uma discussão mais específica sobre a permanência do autoritarismo, com base em autores como Guillermo O’donnell e Paulo Sérgio Pinheiro. Se por um lado foi possível, no curso do século XX, pensar a relação entre democracia e Direitos Humanos, vale a pena investigar, na atual conjuntura, o paradoxo de discursos e práticas contra os Direitos Humanos emergirem em um cenário de avanços e conquistas democráticas e de que maneira isso se relaciona com o autoritarismo. Esta Mesa Temática pretende reunir trabalhos que, no âmbito da História, do Direito, da Comunicação ou das Ciências Sociais, desenvolvam reflexões acerca do papel desempenhado pelos discursos de enfrentamento e/ou questionamento dos Direitos Humanos no avanço de plataformas políticas autoritárias, seja nas instituições do Estado ou em grupos da sociedade civil.

Para submeter uma proposta, é preciso informar o título do trabalho, o resumo e os nomes de coautores, com suas filiações, por meio do formulário disponível neste link.

 

Sobre o Congresso
IV CONGRESO LATINOAMERICANO DE TEORÍA SOCIAL: “Pensar global / Pensar local. La compresión del mundo contemporáneo”

Data: 7 a 10 de março de 2023
Local das atividades presenciais: Santiago e Valparaíso, Chile